White Widow

White Widow

Foto: Amsterdam Seed Center

Origem

Muito famosa por sua produção de tricomas fora do comum, a White Widow é um híbrido balanceado criado pela Green House Seeds. Feita a partir de uma cruza entre uma Sativa brasileira selvagem e uma Indica indiana carregada de tricomas, a White Widow é prato principal nos menus de todos os coffee shops da Holanda desde sua criação na década de 90.

A strain já foi campeã da High Times Cannabis Cup em 1995 e vem acumulando diversos outros prêmios desde então. Como já dito, a strain ganhou popularidade devido à sua intensa produção de tricomas, o que faz com que ela seja extremamente valorizada na produção de haxixe.

Contendo uma média de 20-25% de THC nas flores, a genética da White Widow já deu origem à diversas outras strains famosas no mercado, como: White Russian, White Rhino e Blue Widow.

Efeitos

A sua intensa concentração de tricomas e altos níveis de THC faz com que a White Widow seja uma das strains mais potentes por aí. A onda te deixará ao mesmo tempo energizado e relaxado, em um estado de euforia que permitirá que você continue funcionando normalmente com um toque a mais de bom humor.

O efeito mental da espécie é relaxante e revigorante, aumenta a energia criativa e faz com que a conversa e a comunicação fluam naturalmente.

A White Widow é uma escolha ideal para quem está procurando uma genética que não lhe cause cansaço e fadiga, mas sim um barato feliz, energético e balanceado entre relaxado e desperto.

Efeitos White Widow

White Widow

Medicinal

Apesar de já ter sido usada para tratar de diversas condições no passado, os alívios mais notórios foram observados em indivíduos sofrendo de: Stress, depressão, ansiedade, transtorno de estresse pós-traumático e dores crônicas.

Vale lembrar que para aqueles usando a White Widow para tratar de condições psicológicas, é recomendado consumir apenas uma pequena dose da erva. Isso se dá pois consumir espécies com altos níveis de THC em grandes quantidades pode ocasionalmente levar à agravação de episódios de paranóia ou ansiedade. É crucial conhecer os limites do seu corpo quando consumindo maconha medicinal, nunca exagere!

Para aqueles que irão usar a strain para tratar de dores crônicas, normalmente uma dose mais elevada é recomendada. É por isso que consumir comestíveis, extratos, óleos ou algum outro concentrado da erva são os métodos preferidos por aqueles usando a maconha como medicina diariamente.

White Widow

Cultivo

White Widow

A White Widow possui uma genética muito resistente, por isso se torna uma opção viável para qualquer um com um pouco de experiência em cultivar Cannabis. A strain é bastante resistente a fungos, insetos e até mesmo a climas mais frios, por isso, pode ser cultivada sem muito esforço desde que as condições básicas da planta estejam sendo atendidas.

Tempo de Floração: 8-9 semanas.

Rendimento: Baixo-médio

Dificuldade de grow: Fácil

Clima preferido: Prefere climas temperados, com temperaturas entre 22-28ºC.

Fertilização: Mantenha a planta crescendo vigorosamente durante a fase vegetativa, com uma adubação rica em nitrogênio. Quando a planta começar a florescer, recomenda-se fazer um flush (lavagem) do solo e começar a aplicar uma fertilização rica em fósforo.

Dicas: A Green House Seeds recomenda usar o método SCROG para o cultivo da espécie. Fazer a limpeza abaixo da rede para retirar quaisquer folhas indesejadas na primeira ou segunda semana da floração, mas parar por aí para não causar estresse à planta. A strain se dá bem tanto em solos quanto em meio hidropônico.