Confira o passo a passo completo para fazer o famoso brigadeiro de maconha, mais conhecido como brisadeiro ou brigaconha!

Se você nunca comeu, pelo menos já ouviu falar do famoso brigadeiro de maconha, também conhecido por brisadeiro, brigaderonha, brigaconha, brigadeiro mágico entre outros. Quando falamos em redução de danos, esta é uma das melhores formas de se consumir a tão amada erva.

A fumaça da maconha, apesar de ser muito menos prejudicial que a do cigarro, ainda causa irritação e desconforto em alguns usuários, pois possui substâncias cancerígenas. Quando ingerimos a maconha via oral, tiramos a fumaça da jogada e assim garantimos a onda da erva sem as consequências do ato de fumar. 

Além disso, ao ingerir a maconha via oral, a onda é bem diferente! Quando fumamos, o THC é rapidamente absorvido pelo tecido capilar dos pulmões e começa a fazer seu efeito quase imediatamente. Já ao comermos, a maconha tem de passar pelo processo de digestão no estômago para depois ser metabolizada no fígado, só depois disto que ela cairá na nossa corrente sanguínea.

O efeito vem mais lentamente, podendo demorar até 2 horas para bater dependendo do metabolismo da pessoa, porém ele é intenso e dura muito mais tempo.

Antes da receita do brisadeiro achamos pertinente falar sobre algumas coisas que achamos que todos deveriam estar cientes antes de comer um brisadeiro, afinal ninguém quer ter uma “bad trip” né? Então, se liguem nas nossas dicas para não errar na dosagem do seu brigadeiro de maconha.

Descarboxilação e a base do brisadeiro e das receitas com maconha

Nosso objetivo aqui é te ajudar a ter uma ótima experiência com o brisadeiro sem desperdiçar sua erva, então se atente para a descarboxilação do THC que é um processo muito importante. 

manteiga de maconha brisadeiro
Foto: Herb

A descarboxilação é o processo de ativação dos canabinóides e terpenos da Cannabis através do calor. É por meio deste processo que conseguimos extrair as propriedades recreativas e medicinais da maconha. Sem calor, os canabinóides não serão ativados e a maconha não dará onda – ou seja, se você comer maconha crua, ela não irá bater.

A descarboxilação é a base da culinária canábica é como se fosse a manteiga e a farinha de maconha. Você pode fazer seu brisadeiro usando qualquer uma delas, pode fazer só com a farinha canábica ou usando apenas a manteiga canábica.

Mas se formos pensar no método mais eficaz e com menos desperdício, uma boa opção é fazer a farinha canábica e usá-la para fazer a manteiga canábica em banho maria!

Ah, lembre-se que tratando de receitas e técnicas culinárias o gosto pessoal pesa muito, então se um método de descarboxilação não te agradou, teste outros!

Uma vez que você entendeu o X da questão, pode usar a criatividade para adaptar e criar outras técnicas, e se fizer, mande pra gente! Temos um post completo ensinando o passo a passo para você descarboxilar sua maconha, acesse!

Então, sem mais delongas, vamos à receita! Aprenda aqui que você não precisa de uma agência de turismo para ter uma excelente viagem.

Como fazer um Brisadeiro

Aqui vamos te passar nossa receita de brigadeiro, mas você deve usar a farinha ou manteiga já infundidas com cannabis para fazer o seu delicioso brigadeiro de maconha.

A brisa é por conta da manteiga ou farinha, por isso a importância da descarboxilação.  A receita do brisadeiro pode ser feita com prensado ou maconha solta, isso não altera nada,  é uma receita simples de brigadeiro, mas o sabor é muito especial!

Ingredientes

  • Duas colheres da manteiga de maconha que você acabou de preparar
  • Uma caixa ou lata de leite condensado
  • Achocolatado ou cacau em pó à gosto
Manteiga de maconha brisadeiro

Foto: Herb

Passo a Passo do Brisadeiro

  • Em fogo baixo, derreta a manteiga canábica.
  • Jogue o leite condensado e o achocolatado. Se for usar farinha canábica, jogue ela junto com o achocolatado ou cacau em pó.
  • Mexa sem parar em fogo baixo até que o brigadeiro comece a se soltar do fundo da panela.
  • Tire da panela e coloque em um prato ou forma e deixe esfriar.

Pronto, seu brisadeiro está pronto para ser consumido!

Qual a diferença entre comer e fumar maconha?

Quando fumamos a erva o nosso corpo absorve rapidamente o THC e em alguns minutos já ficamos chapado. A brisa pode durar até 6 horas e dependendo do nível de THC algumas pessoas podem se sentir mal, paranóicos ou enjoados. Essas sensações negativas são conhecidas como “Bad trip”, mas não necessariamente são viagens ruins.

farinha de maconha
Foto: Leafly

Os efeitos que a maconha desencadeiam estão dentro de nós e podem ser aliados à jornada de autoconhecimento. Cada pessoa se dá melhor com uma strain, algumas buscam o efeito medicinal do CBD ou a energia das sativas. Conhecer o seu corpo, saber o que você busca e a erva que está utilizando é importante tanto para os efeitos ao comer maconha como fumar. 

As grandes diferenças entre as duas formas de uso estão no tempo para bater, duração da brisa e dosagem, além das questões relacionadas às redução de danos. Ao comer a brisa demora mais para bater, algumas pessoas começam a sentir os efeitos apenas após duas horas de comer.

Já os efeitos podem ser sentidos até 24h depois nas pessoas mais sensíveis. Por conta do tempo que demora para bater, algumas pessoas comem uma dose maior de brisadeiro e de THC do que está acostumado e podem enfrentar uma viagem difícil.

A dica é misturar bem o THC na receita de brisadeiro e comer poucas quantidades esperando um tempo hábil para ir sentindo a brisa aos poucos e não chapar demais.

As grandes vantagens em comer estão na descrição, já que não tem cheiro e nem chama a atenção e também como estratégia de redução de danos. Ao comer, como já dissemos no começo, você evita ingerir a fumaça e as toxinas produzidas na combustão da maconha fumada.

Pense nas opções e lembre-se de usar maconha em um lugar seguro e com pessoas de confiança! O ambiente interfere muito na brisa, principalmente nas viagens duradouras como as viagens dos comestíveis. 

Conclusão

Se você leu o artigo completo, já entendeu que o preparo da maconha para o consumo é um processo onde as temperaturas importam muito! O efeito do brisadeiro é mais intenso e os terpenos ficam mais ativos se ele o brigadeiro de maconha for feito durante um longo período de tempo com uma temperatura baixa.

brisadeiro
Foto: Laylita

O brisadeiro de maconha é delicioso e comum na culinária alternativa, mas o uso da criatividade em receitas cannabicas pode te levar a degustar pratos incríveis em viagens deliciosas. 

Com essas informações em mãos, você pode fazer seu brisadeiro ou qualquer outra receita aproveitando ao máximo a sua erva. A farinha cannabica pode substituir a farinha comum em qualquer receita!

O mesmo acontece com a manteiga. Então, bolos, diferentes tipos de massas e risottos podem ser preparados com a mesma base do brigaconha.

A nossa recomendação é deixar a criatividade bater, soltar o master chef que existe dentro de você e criar o seu próprio banquete cannabico! 

 ATENÇÃO: Como dissemos no texto, ao ingerir maconha via oral, os efeitos são mais intensos e duradouros! Então se ligue na dose, e não saia comendo tudo de uma vez porque acha que não está fazendo efeito, calma que a brisa vai chegar!

E lembre-se que essa é uma experiência mágica com uma das substâncias recreativas mais seguras que existem, então respire fundo e aproveite a viagem!

jQuery('#cb-section-b .cb-module-e').after('');