Conheça as características, os efeitos e dicas de cultivo para aproveitar o melhor da Bubba Kush 

Se você acompanha o Mapa da Maconha, já conhece a série “Conheça as strains” e já sabe a importância de entender melhor a strain, ou cepa, da maconha que você está fumando. Caso você seja novo por aqui, fique ligado que vamos explicar direitinho o que são as cepas e a importância delas.

As variedades de maconha se diferenciam pela linhagem, efeitos físicos e propriedades medicinais. Isso porque cada strain tem uma concentração de THC e CBD diferente. Outra propriedade importante de cada strain são os terpenos, que além de serem determinantes para o sabor e aroma da planta, têm propriedades medicinais diferentes.

Antigamente todo maconheiro acreditava que se fumasse uma indica ficaria molengo, relaxado e pronto para dormir e se fumasse uma sativa ficaria animado, disposto e criativo. Atualmente, com a hibridização das espécies, a gente sabe que a strain é muito mais importante para saber os efeitos da planta do que a variedade.

Portanto fique ligado nas strains! Conhecer as strains é essencial para aproveitar ao máximo todas as propriedades da maconha e inclusive o rendimento do seu cultivo, já que cada strain tem suas preferências e truques para crescer mais e mais saudável.

Neste texto vamos falar da strain Bubba Kush então se você quiser saber todas as características da Bubba Kush, vem com a gente !

Origem da Bubba Kush

A Bubba Kush é uma strain híbrida com dominância Indica que gira em torno de 70% Indica / 30% Sativa. Apesar de ainda resguardar algumas características da sua linhagem Sativa, a Bubba Kush é uma strain extremamente relaxante cujos efeitos fazem jus à sua dominância Indica.

A strain foi criada originalmente por um grower de Los Angeles no final dos anos 90, que cruzou uma OG Kush com um certo fenótipo que possivelmente era de uma Northern Lights – esse fenótipo ganhou o carinhoso apelido de “Bubba” e sua genética foi perdida desde então.

bubba kush strain
Foto: Dinafem Seeds

A Bubba Kush possui buds pequenos a médios que são bem densos e carregados de tricomas, características típicas de plantas Indica. Seu teor de THC gira em torno de 18%. Suas folhas são verde escuras e bem largas e também podem adquirir uma coloração roxa dependendo do modo que for cultivada.

As flores possuem um vago aroma de café ou cacau, com tons frutados leves complementando o seu odor. Quando queimada, a Bubba Kush possui um odor mais acentuado para o lado do haxixe e levemente apimentado. Sua fumaça é muito densa e pode levar até os usuários mais experientes a crises de tosse.

Assim como seu sabor, o cheiro desta genética também é extremamente forte, então usuários que necessitam manter a discrição fumando – cuidado ao fumar na rua ou em lugares com muita fiscalização!

Quanto aos terpenos, a strain é rica principalmente em Cariofileno, Limoneno e Mirceno. Cada uma dessas substâncias desempenham um papel diferente na planta. O cariofileno, por exemplo, é um dos responsáveis pelo aromo terroso e também é encontrado na pimenta preta, manjericão, lúpulo, canela e orégãos.

Já o Limoneno é muito importante para a ação antiinflamatória da planta e desperta o aroma e sabor cítrico da Bubba Kush. Esse terpeno também é encontrado em laranjas, tangerinas, limões e nas frutas cítricas em geral. 

Já o Mirceno desenvolve a função analgésica da planta e assim como o Cariofileno, é um dos responsáveis pelo aroma e gosto terroso. Esse terpeno está presente na manga, tomilho, manjericão, capim limão e alecrim.

Agora que já sabemos a origem e características do Bubba Kush, vamos entender mais sobre os seus efeitos?

Efeitos

Os efeitos da Bubba Kush são tudo que um maconheiro esperaria de uma genética Indica – Intenso relaxamento que aos poucos vai tomando conta da mente e do corpo, deixando o usuário “preso” no sofá durante a onda.

Apesar dos intensos efeitos corporais causados pela strain, com esta variedade você não ficará chapado ao ponto de não conseguir conversar. A maioria dos usuários relata que apesar do relaxamento causado, quem a fuma ainda consegue manter o foco mental, conversar e realizar tarefas simples tranquilamente.

Efeitos Bubba Kush
Efeitos Bubba Kush

Uma coisa que os consumidores da Bubba Kush têm de estar preparados ao fumar é a famosa larica. Tenha em mãos alguns lanches e laricas sortidas, porque essa strain fará com que qualquer um ataque a geladeira pouco tempo após fumar. Se você não se preparar bem, pode gastar toda sua onda só pensando no que vai fazer para comer.

Medicinal

Os usos medicinais da Bubba Kush são tanto mentais quanto físicos – A strain pode proporcionar alívio da ansiedade e depressão crônicas, além de ser uma grande aliada no tratamento de dores crônicas e insônia.

A  Bubba Kush é uma strain de muita ajuda para aqueles que sofrem de doenças graves como câncer e HIV, não por causa de um alto teor de CBD, mas sim porque ela pode ser surpreendente ao ajudar no alívio da dor, náusea, ou outros sintomas frequentemente associados ao tratamento dessas doenças. A strain também possui efeitos antiinflamatórios, antioxidante e anti convulsivo. 

Lembre-se sempre de tomar cuidado com suas dosagens ao consumir maconha medicinal! Para aqueles que desejam tratar de doenças mentais como estresse, depressão e ansiedade, devem consumir uma dose menor da strain, pois altas doses de THC podem agravar episódios de ansiedade e paranoia em algumas pessoas.

Usos medicinais Bubba Kush
Usos medicinais Bubba Kush

Essas viagens, também conhecidas como “bad trip”, podem ser desafiadoras e trazer sensações desconfortáveis que impedem de aproveitar a brisa e curtir os efeitos da Bubba Kush. Por isso, fumem com cuidado.

Para aqueles que usam a Bubba Kush para tratar de males físicos, a recomendação é contrária! Recomenda-se uma dose maior da strain para que seus efeitos corporais sejam sentidos na íntegra! Alguns até recomendam consumir concentrados, haxixes ou comestíveis neste caso!

Como Cultivar a Bubba Kush

Bubba Kush é uma strain extremamente valiosa para growers em sistemas hidropônicos devido às plantas serem pequenas porém com buds densos e carregados de resina. Uma técnica de Sea of Green (SOG) pode ser grande aliada em conseguir excelentes colheitas quando combinada com técnicas de poda apical e do dossel inferior.

bubba kusk bud
Foto: Potcoke
  • Tempo de Floração: 8-9 semanas. Quando plantadas outdoor a colheita ideal no hemisfério norte é na primeira semana de outubro, já no hemisfério sul seria na primeira semana de abril.
  • Rendimento: Alto. Em um box indoor a Bubba Kush produz cerca de 800 gr/m², já ao ar livre, a planta produz até 1kg.
  • Dificuldade de grow: Média
  • Clima preferido: Prefere climas mais temperados e secos, com a temperatura variando entre 20-27ºC.
  • Fertilização: A Bubba Kush é uma strain com flores muito densas e que precisa de muitos nutrientes para crescer! Considere uma adubação muito rica em nitrogênio, cálcio e magnésio para extrair todo o potencial da strain!
  • Dicas: Recomenda-se plantar essa strain em ambientes Indoor – devido aos seus buds serem muito densos e ricos em tricomas, o clima de alguns lugares pode levar à deterioração das flores ou à floração de doenças.

Conclusão

Agora que você já sabe todas as características da Bubba Kush ficou muito mais fácil escolher a hora ideal de fumar essa strain, certo!?  Já sabemos a quantidade de canabinóides e o composto de terpenos que strain tem, isso nos traz as informações necessárias de como são os seus efeitos medicinais e recreativos.

Pelo relaxamento acreditamos que seja mais gostoso fumar ela pela noite, ou em um dia de folga, na praia. A strain também é indicada para pacientes com insônia e dores, que buscam os efeitos medicinais da planta. Entretanto, cada usuário e paciente deve se conhecer para saber a melhor hora de aproveitar os efeitos da Bubba Kush.

Conta para a gente se você já experimentou a Bubba Kush e como foi essa experiência!

jQuery('#cb-section-b .cb-module-e').after('');