Esse é um guia definitivo para você aprender, de uma vez por todas, a bolar um baseado. Do tradicional beck em cone até obras de arte como um baseado em cruz.

Cigarro de maconha, baseado, beck – não importa como você chame, a maconha enrolada na seda é uma das maneiras mais icônicas de se consumir Cannabis no mundo, além de ser uma excelente escolha para apreciar o sabor da sua erva.

Existem diversas opiniões sobre a melhor maneira de enrolar seu cigarro de maconha, mas, independente de como você o faça, o importante é que seu baseado carbure bem e uniformemente.

Este será um artigo para iniciantes e veteranos – Começaremos mostrando como bolar um beck simples e depois mostraremos algumas maneiras de consumir sua maconha de forma que alguns consideram artísticas.

Então, não importa se você é um iniciante querendo aprender a bolar seu primeiro baseado ou um veterano procurando maneiras diferentes de consumir sua erva – este post é pra você!

Passo a passo de como bolar um beck (para iniciantes)

Para te ajudar a confeccionar seu primeiro ‘cigarrinho do artista’, preparamos um guia com 7 passos que irão te dar a base para você começar seu treinamento e virar o bolador oficial da sua turma.

Comece reunindo a matéria-prima e os aparatos necessários para seu artesanato! Bolar um beck é uma arte!

  • Primeiramente e o mais importante: a erva, haxixe ou extração
  • Papel para enrolar: a famosa seda
  • Piteira: pode ser feita com qualquer papel um pouco mais grosso, como papel de cartão ou panfletos. Escolha preferencialmente um papel que não tenha tinta nem plástico para não atrapalhar o sabor do seu baseado e não prejudicar sua saúde.
  • Dichavador, tesoura ou sua própria mão: para dichavar sua maconha.
  • Opcional, um pilão:  algo como um fósforo, caneta ou algum objeto arredondado para ajudar a dar o toque final no baseado.

Primeiro passo: Dichavar a maconha

Dichavar a sua erva é nada mais nada menos que quebrar ela em pequenos pedaços, fazendo ela virar quase um pó. Se sua erva estiver bem seca, dichavar ela será bem fácil. Usar um dichavador facilita o processo e faz com que sua mão não fique tão pegajosa depois que acabar (Isso quando estamos falando de maconha boa, alguns prensados têm tão poucos tricomas que você nem irá senti-los grudando nos dedos).

Como dichavar sua maconha
Primeiro passo: Dichavar sua maconha (Foto: Leafly)

Se você não tiver um dichavador, uma tesoura ou a própria mão consegue fazer o serviço tão bem quanto o dichavas.

Para bolar um baseado de haxixe, atenção!  Nesse passo algumas coisas serão diferentes. É preciso separar a quantidade de haxixe desejado e em um suporte ou cuia, picotar o hash em pequenas bolinhas. Algumas pessoas também deixam o haxixe em formato de cobrinha. Para o hash queimar é necessário misturar com tabaco ou com a maconha dixavada. 

As proporções são muito importantes também. Muito tabaco deixa o baseado sem gosto e pouco tabaco impede que o baseado queime da forma correta deixando as tragadas mais difíceis. 

Segundo passo: Faça uma piteira ou filtro

Como fazer uma piteira.
Como fazer uma piteira. Foto: Leafly

A piteira é uma substituta para o filtro que vemos nos cigarros comuns. Ela ajuda a diminuir a temperatura que a fumaça chega até sua garganta, e, apesar de alguns não gostarem de usar piteira em seus baseados, ela é essencial quando pensamos em redução de danos.

Você consegue fazer uma piteira usando qualquer papel, mas papéis um pouco mais firmes como papel de cartão são mais recomendados. Como já falamos acima, evite papéis com tinta ou película de plástico. Algumas sedas já vem com algumas piteiras acopladas às suas caixas.

Algumas piteiras são feitas de vidro ou até mesmo cerâmica. Dê uma conferida neste artigo da Girls in Green que fala um pouco mais sobre a redução de danos com o uso de piteiras longas!

A piteira não é absolutamente necessária, mas alguns acham muito mais fácil bolar um beck com a piteira. Além disso, com ela você consegue aproveitar todo seu baseado, sem deixar aquelas pontas gordas que queimam seus dedos ou lábios ao fumar.

Terceiro passo: Jogue a maconha na seda

Pegue sua seda, coloque a maconha e a piteira. A piteira pode ser colocada de qualquer lado, é questão de gosto. Teste bolar com a piteira dos dois lados e veja o que você gosta mais.

Jogue a maconha na seda

Coloque a maconha na seda. (Foto: CaliConnected)

Uma observação rápida sobre o papel para enrolar, ou seda: Existem várias sedas de diferentes tipos, sabores e tamanhos. A maioria dos usuários prefere as sedas sem sabor, com o papel mais fino possível porém ainda firme. Teste algumas marcas e veja qual você se identifica mais!

Quarto passo: Dê forma ao seu baseado

Dando forma ao baseado
Foto: Mile High Glass Pipes

Um dos passos mais importantes para se bolar um belo baseado é esse: espalhar uniformemente sua erva na seda. Muitos iniciantes cometem o erro de achar que é só jogar a maconha na seda e começar a enrolar, mas não é bem assim.

Antes de efetivamente enrolar seu beck, você tem que distribuir sua maconha na seda de modo que ela já fique no formato final que seu baseado terá. Faça isso segurando o papel entre os dedos e faça um movimento subindo e descendo para que a erva adquira o formato desejado. Para bolar um baseado em cone, coloque mais maconha na frente do que na base, que deve ser mais fina.

Só depois que você fizer isso e fizer bem feito que você deve passar ao próximo passo. Se este passo for mal feito, pode ter certeza que irão te chamar de pasteleiro da turma.

Quinto passo: O tombo – como enrolar um baseado

O tombo. É com certeza a parte mais crítica e difícil na hora de bolar um baseado. É aqui que as coisas podem dar muito errado. É nesse passo que iremos separar os pasteleiros dos boladores.

O tombo nada mais é que efetivamente enrolar o seu baseado. É o movimento que transformará seu papel com erva em um cigarro. É um pouco difícil explicar o tombo apenas com palavras, então aconselhamos que assistam algum vídeo para aumentar o conhecimento.

Nesta etapa, coloque pressão nos dedos, mas com cuidado para não amassar ou rasgar a seda, e com os dedos em forma de pinça, comece a girar. Segurar a ponta da seda com os lábios ajuda a deixar a seda reta e lisa para que o beck ganhe forma sem ficar enrugado. Muitos iniciantes também usam um cartão para bolar o beck mais fácil.

Aqui vai um aviso, não espere bolar um beck perfeito de primeira, nem de segunda, nem de terceira. Bolar um baseado é uma arte e requer muito treinamento para materializá-la. O segredo é sempre treinar e inovar nas diferentes maneiras de enrolar, até achar uma que é perfeita para você.

Sexto passo: Fechar o beck e acabamentos finais

Se tudo tiver ocorrido bem até aqui, seu baseado já está quase pronto. Considerando que você tenha realizado bem todos os passos, depois do tombo é só dar aquela famosa lambida na seda e fechar o baseado, a cola fará o resto do serviço.

Fechando o baseado

Fechando o baseado (Foto: Leafly)

Depois de enrolado, temos que pilar o baseado. Para isso, é recomendado usar um objeto como uma carga de caneta, um fósforo ou algo de formato parecido. Algumas dicas de pilão para quando você precisa improvisar: A ponta do seu cadarço, a ponta da corda de um capuz, um graveto, a entrada de um fone de ouvido ou qualquer coisa que você tenha em volta de você que faça o serviço.

Se não for acender o beck logo na hora, é recomendado enrolar a ponta dele para a maconha não cair.

Baseado enrolado

Baseado pronto para ser fumado (Foto: West Coast MMJ)

Sétimo passo: Fire! Aproveite seu baseado e não pare de treinar

Há inúmeras maneiras de bolar um baseado. Não vá achando que vai achar a perfeita para você de primeira. Se é sua primeira vez bolando um baseado, haverão muitos pastéis até que você bole aquele baseado digno de elogios, o famoso Souza Cruz.

Baseado aceso

Aproveite! (Foto: Fresh Wave IAQ)

Qual sua maneira favorita de bolar um baseado? Deixe suas dicas nos comentários para ajudar os iniciantes a bolarem o cigarro de maconha perfeito.

Maneiras criativas de se bolar um baseado

Se você já é um veterano da Cannabis, deve ter passado batido pelo post até aqui, afinal de contas, qualquer veterano que se preze já sabe bolar um belo de um baseado.

Mas agora vamos levar a arte de bolar um beck mais além. Que tal aprender a bolar um beck em cruz? Talvez você esteja procurando como bolar um baseado gigante, daqueles que precisamos até mesmo juntar várias sedas pra maconha caber nele.

Não importa o que você esteja querendo fazer com sua erva, com certeza esses próximos artesanatos da fumaça que iremos mostrar irão te fazer rever seus conceitos do que você achava ser um baseado bem elaborado.


O BASEADO EXTRA-GRANDE

Tá querendo fazer aquela farra com a turma e bolar aquela bomba pra 20 cabeças?

Para bolar um baseado gigante é necessário juntar várias sedas e colar elas de uma forma que caiba confortavelmente toda a maconha desejada. Para juntar as sedas é preciso colocar a seda principal na horizontal e as outras sedas na vertical, com a parte da cola por trás da seda principal.  O que mantém as sedas é a goma natural que elas têm ao passar a língua, então não se preocupe em buscar uma cola.

Veja este vídeo do The Daily Smoker e depois teste se você tem habilidade suficiente para fazer igual.

Foto: Leafly


A TULIPA HOLANDESA

Já com um nível de complexidade um pouco maior, a tulipa holandesa é uma maneira de fumar que, pela grossura da sua brasa, promete deixar qualquer um chapado com poucos tragos. 

Para bolar a Tulipa Holandesa é necessário juntar duas sedas, dessa vez ambas na horizontal, dobrar elas formando um triângulo e, por fim, colar uma das bases do triângulo formando uma trouxinha. A seguir, encha a trouxinha de maconha e a feche com um canudo de papel, ou piteira bem longa.Fique atento ao fechamento da tulipa para que o baseado ganhe firmeza. Para não ter erro, o ideal é dar uma volta com a parte da cola de outra seda. Se ainda ficou alguma dúvida, esclareça nesse vídeo do Daily Smoker.

Como bolar tulipa

Tulipa Holandesa (Foto: WeedFarmer)


O BASEADO INVERTIDO

O baseado invertido tem esse nome pois a cola da seda vai na posição invertida quando comparamos ao baseado comum. Isso faz com que você bole um baseado com o mínimo de papel possível para ele carburar, reduzindo os danos na hora de fumar..

Para bolar um baseado invertido vire a parte da cola da seda para fora e na hora de ajeitar a maconha e preparar a base do beck, se certifique que a cola está na parte mais baixa e enrole fechando o baseado já na primeira volta.

O Daily Smoker tem outro vídeo mostrando como bolar um beck invertido. 

Como bolar ao contrário

(Glue Strip = Faixa da cola / Foto: Key To Cannabis)


BASEADO EM CRUZ

O baseado em cruz é um beck que você fuma 3 extremidades ao mesmo tempo, pode ter certeza que vem uma pancada na cabeça se for fazer um desses! Esse tipo de baseado ficou muito famoso depois de uma cena no filme Segurando as Pontas, de Seth Rogen e James Franco, onde ambos os atores fumam um baseado em cruz.

Então, quem melhor que o próprio Seth Rogen para te ensinar a bolar seu próprio baseado em cruz? Assista o vídeo aqui.

Como bolar em cruz

(Foto: Honest Marijuana)


BONG DE GARRAFA

Não é bem um cigarro de maconha, mas é uma maneira muito engenhosa de consumir sua erva. Os Bongs são sempre uma boa pedida pois a fumaça passa na água antes de você tragá-la, então sua temperatura diminui e faz menos mal à garganta e aos pulmões. Por isso os Bongs também funcionam como uma estratégia de redução de danos.

Para fazer um Bong caseiro muitas pessoas usam uma garrafa PET, mas o plástico libera toxinas cancerígenas ao esquentar e também tem o risco de derreter, o que causa danos ao pulmão e ao invés de reduzir danos nos oferece mais riscos.

Como fazer bong de garrafa

(Foto: Leafly)

Por isso, a melhor pedida é fazer um Bong de vidro. Para isso vai ser preciso uma garrafa de vidro. Uma boa pedida são as garrafas de Whiskey. Coloque a garrafa embaixo de uma torneira com água corrente e com uma furadeira com broca diamantada faça um furo à 5 cm da base da garrafa. Para evitar que a garrafa estoure durante o processo, não feche a torneira enquanto estiver furando.

Repita o processo para fazer o segundo furo da mesma forma como fez o anterior, só que dessa vez faça esse furo mais perto da boca da garrafa e não tão perto da base. No primeiro furo insira um canudo inox e na ponta coloque um recipiente para a erva, já o segundo furo será responsável para fumar. 

Mais alguns baseados insanos pra você ver até que ponto os maconheiros do mundo já chegaram


Baseado de Gingerbread man 

Você já comeu aquele biscoito em formato de homem chamado de Gingerbread man? Agora imagina bolar um baseado nesse formato. Parece impossível, né!? Como fazer perninhas de maconha e principalmente, uma cabeça em forma de beck?A vice mostra para gente passo a passo de como bolar o seu baseado de gingerbread man nesse vídeo

(Foto: WeedlyDaily)


Baseado de Peru

Se você já tá profissional em todas as formas de bolar um baseado e não se surpreendeu com o baseado em formato de biscoito, veja esse baseado em formato de Peru! 

Esse é pra acender na ceia de natal se a família for liberal ou se quiser chocar a família tradicional de uma vez.

Foto: YouTube

Chegamos ao final do nosso post. Os iniciantes já devem estar treinando e fazendo seus primeiros pastéis e os veteranos devem estar espantados com a criatividade dos maconheiros ao redor do mundo que transformaram o ato de bolar um baseado em uma arte.

Não importa qual seu nível, a arte de bolar um baseado é maravilhosa e ver seu próprio crescimento dentro dela é muito gratificante. Nunca pare de treinar e inovar nas maneiras de fumar seus baseados.

Eaí, gosta de fumar de algum jeito que não falamos aqui? Qual o jeito mais louco que você já bolou um baseado? Conte para nós nos comentários!

jQuery('#cb-section-b .cb-module-e').after('');