Aprenda a melhor forma de reproduzir as suas plantinhas

Você sabia que pode clonar planta de cannabis? 

Pode parecer um experimento científico ou algo do tipo, mas é muito mais fácil do que parece! O clone das plantas de cannabis podem ser uma forma de conseguir reproduzir as suas plantas fêmeas.

A principal vantagem é que o clone guarda toda genética da mãe, ou seja, se você está cultivando uma strain muito boa, com certeza vale a pena fazer um clone para guardar e reproduzir essa genética.

A genética, como explicamos em toda nossa série Conheça as Strains, é responsável pelo aroma, gosto, efeitos recreativos e medicinais. Então guardar essas características seria reproduzir as características que fazem da maconha o que ela é!

Neste post vamos explicar todas as vantagens de clonar a cannabis e o principal, como clonar uma planta de maconha. Confira a seguir!

Por que clonar plantas de maconha?

Existem duas maneiras de cultivar a maconha. Você pode crescê-la a partir de sementes de maconha, onde terá que adquiri-las (seja como sementes de prensado ou de outra forma), germiná-las e continuar os tratos. 

As sementes são formadas através da reprodução sexual, que envolve o cruzamento de uma planta masculina com uma fêmea através da polinização. Além disso, o cultivo de plantas masculinas e femininas de strains permitirá que você crie uma nova strain, geralmente híbrida.

como fazer clone de maconha
Foto: Leafly

O clone de maconha é uma outra forma de reproduzir a sua planta. Nesse carro não precisa de uma planta feminina e outra masculina, a sua planta feminina pode ser clonada durante a fase vegetativa e o começo da fase de floração.

Através da clonagem, você pode ter maconha com réplicas exatas de suas melhores plantas. Como a genética é idêntica, um clone fornecerá uma planta com as mesmas características da mãe, como sabor, perfil canabinóide, rendimento, tempo de crescimento etc. Então, se você encontrar uma strain ou fenótipo específico de que realmente gosta, você pode cloná-lo para reproduzir mais plantas que tenham os mesmos efeitos.

Com a clonagem, você não precisa obter novas sementes toda vez que quiser cultivar outra planta – basta cortar a planta antiga – e não precisa germinar sementes ou fazer a polinização delas, podendo se livrar das plantas-machos.

Não ter que executar essas etapas economizará tempo e espaço, o que, consequentemente, ajudará você a economizar dinheiro.

A seguir vamos explicar como fazer um clone e reproduzir a strain com todo sabor que você curte.

Escolha um substrato de enraizamento

Os substratos de enraizamento comuns incluem lã de rocha, cubos de enraizamento ou outro equivalente que não o solo, como turfa ou espuma. A lã de rocha é uma rocha derretida que foi fiada em um fio fino e possui um fluxo de ar fantástico e uma ótima retenção de umidade. Você pode encontrar qualquer um desses cubos na maioria das lojas de jardinagem ou online.

clones de maconha
Foto: Okcloneco

Uma solução brasileira de enraizamento é a fibra de coco. Muito utilizada para orquídeas, ela consegue reter certa umidade mas mantém boa aeração necessária para a clonagem.

Outro método é usar um auto-clonador. Isso reduz a quantidade de trabalho necessária para cuidar dos clones. Usando aeroponia, essas máquinas pulverizam o fundo de suas estacas com água nutritiva em intervalos definidos para promover o crescimento radicular. Eles são mais caros que os outros métodos mas estão se tornando cada vez mais populares.

Experimente para ver qual opção  funciona melhor para você. Seja qual for o método escolhido, verifique se os novos clones recebem muita luz – de preferência 18 horas por dia – e umidade.

Com o substrato perfeito na mão, você já pode fazer o seu clone de cannabis. É importante esperar no máximo até a terceira semana de floração. Programar a data do clone é imprescindível, não apenas pela fase de desenvolvimento da planta, mas porque é preciso deixar a cannabis alguns dias sem alimento antes de fazer o corte para pegar a muda. 

Não usar fertilizante por uns dias permitirá que o nitrogênio saia das folhas. Quando você colhe essas estacas (mudas), um excesso de nitrogênio fará com que seus clones tentem produzir mais folhas ao invés de desviar energia para o enraizamento.

Passo a passo para clonar cannabis

A clonagem de maconha é relativamente fácil e requer apenas alguns itens-chave:

  • Tesouras (para cortar galhos da planta-mãe)
  • Navalha (para aparar estacas)
  • Substrato de enraizamento (lã de rocha, fibra de coco, etc.) 
  • Hormônio de enraizamento

Com todos os materiais na mão e a data correta para fazer o clone, vamos ao passo a passo do clone de cannabis! Lembrando que trabalhar em um ambiente estéril, com luvas e desinfectar lâminas e tesouras também é importante para o resultado.

Passo a passo

  1. Procure por galhos resistentes e saudáveis. Você deseja pelo menos dois nós no corte final, portanto escolha um ramo que seja saudável e longo o suficiente. Um clone robusto levará a uma planta robusta.
  2. Corte o clone, cortando acima do nó na planta-mãe. Não há problema em usar uma tesoura aqui, já que pode ser difícil colocar uma navalha no meio da planta mãe.
  3. Em seguida, usando uma navalha, corte abaixo do nó inferior no corte novo em um ângulo de 45 ° com o galho. Isso aumentará a área da superfície de enraizamento, promovendo um crescimento mais rápido. A imagem abaixo explica melhor:
corte para clone de cannabis

Nesta foto temos estacas de outra planta que não é a Cannabis, mas que segue o mesmo princípio. Note os dois nós por estaca e o ângulo de corte de 45°

4. Coloque sua estaca imediatamente em um hormônio de enraizamento. Em seguida, coloque-o diretamente no substrato de enraizamento.
5. Remova as últimas folhas da estaca e corte as pontas das folhas restantes. Isso reduz a transpiração da planta, auxiliando na fotossíntese e  ajudando seus clones a absorver nutrientes e água.

como clonar cannabis

Ao selecionar uma planta-mãe de cannabis para clonar, procure plantas saudáveis, resistentes e com pelo menos dois meses de ciclo vegetativo. Você não deve retirar um clone de uma planta quando ela começar a florescer.

Com o corte feito, o processo de clonagem continua com o transplante de raízes. Continue mantendo cuidado com a limpeza do ambiente e continue seguindo o passo a passo.

6. Coloque o solo em seus vasos primeiro.
7. Molhe o solo antes de colocar o clone, para que o solo não se mova quando o clone estiver em sua nova casa.
8. Quando a água estiver drenada, com dois dedos, cavar um buraco de 5 a 6 cm de profundidade, ou apenas o suficiente para enterrar todas as raízes.
9. Coloque o clone e cubra suavemente com o solo.

Se tiver alguma dúvida no processo de cultivo dos seus clones, criamos um resumo especialmente para ajudar você no seu  cultivo indoor

Conclusão

Ser grower é pesquisar, aprender um pouco de agronomia, eletricidade, química e por que não, biologia? Não é difícil experimentar reproduzir as suas plantas e a clonagem pode fazer maravilhas para o seu “jardim de maconha”, economizando tempo, dinheiro, além de garantir uma colheita geneticamente consistente. 

O autocultivo é uma forma de ter autossuficiência, controlar a qualidade do que você consome e produzir seus próprios óleos de CBD. Conseguir a semente é um processo difícil e mesmo depois de germinada, a planta pode ser masculina ou ter alguma doença.

 Clonar uma planta de cannabis saudável é uma forma de perpetuar uma genética boa. Você não precisa de muito para começar e, se feito corretamente, poderá ter uma colheita perpétua de suas strains favoritas o ano todo com a clonagem de Cannabis!

Tem mais alguma dúvida sobre clonagem? Conhece alguma técnica que nós não mencionamos aqui? Deixe seu comentário abaixo!

jQuery('#cb-section-b .cb-module-e').after('');