Você sabe quais são os fatores que determinam uma strain? Conheça mais sobre as propriedades da Banana Kush e aprenda a reconhecer essa linhagem canábica.

É comum o uso dos termos sativa vs indica quando falamos de variedades de cannabis, entretanto, a espécie não é a única responsável para as variações da cannabis, seja nos efeitos, sabor ou aroma. 

Conhecer bem as diferentes strains de cannabis é importante para fazer a escolha certa tanto na hora de fumar, mas principalmente ao cultivar. Isso porque cada strain tem suas propriedades, características e usos recreacionais ou terapêuticos distintos.

Nesse texto vamos falar sobre a strain Banana Kush: sua origem, efeitos e como cultivar a strain da melhor forma.  

Fiquem ligados!

Mas, afinal, o que é uma strain?

Strain, traduzido do inglês, significa cepa e diz respeito à linhagem da planta. Os nomes descrevem alguma característica da linhagem, sua origem, um componente aromático importante ou até mesmo um efeito.

Dividir a cannabis por sua linhagem é o que determina o perfil químico da planta e ajuda o consumidor identificar as propriedades que ele gosta em um certo tipo de cannabis. Por exemplo, uma pessoa que gosta de um sabor cítrico vai buscar strains cítrica, já uma pessoas que esteja buscando propriedades medicinais para a dor crônica vai buscar uma strain rica em CBD.

Muitas strains, ou cepas, foram coletadas da Ásia Central, onde se acredita que surgiram as primeiras espécies de cannabis e levadas para os Estados Unidos, onde foram cruzadas por fazendeiros buscando explorar o potencial da planta. Os cruzamentos são responsáveis pelo tanto de cepas que temos hoje.

Apesar do mesmo perfil químico, é importante considerar que condições diferentes de cultivo e colheita afetam os teores de canabinóides e os terpenos da planta, então saber a strain é o mais importante na hora de escolher o tipo de cannabis e seus efeitos, mas não é o único fator determinante.

Origem da Banana Kush

strain banana kush
Foto: StickyGuide

A Banana Kush é uma strain originária da costa oeste dos Estados Unidos, criada a partir do cruzamento entre uma Ghost OG e uma Skunk Haze, duas genéticas icônicas no mercado Canábico.

A genética possui uma dominância Indica e normalmente apresenta a proporção 60% Indica / 40% Sativa. Apesar de possuir maior dominância Indica, a proporção relativamente balanceada não nos permite prever os efeitos desta erva apenas pela sua espécie, seus efeitos e usos são muito balanceados.

O seu cheiro e sabor é exatamente o que se espera pelo nome: Uma deliciosa mistura entre os terpenos mirceno (toranja), humuleno (lúpulo) e cariofileno (pimenta preta). Na boca, os terpenos se intercalam e o gosto de banana é sentido com o doce sabor da genética Kush.

 Esta joia da costa oeste foi criada depois de anos e anos de experimentações e melhoramentos genéticos nos melhores laboratórios. O resultado é uma linhagem de cannabis com gosto e cheiro de frutas.

A Banana Kush expressa seus genes de maneira única e especial, fazendo dela uma das strains mais famosas e pedidas atualmente nos dispensários dos Estados Unidos.

Quais são os efeitos da Banana Kush?

A Banana Kush costuma ser uma espécie muito usada por pessoas artísticas e criativas que desejam uma strain que te fará produzir e desenvolver enquanto ainda consegue socializar e trocar idéias com aqueles ao seu redor.

Apesar da sua leve dominância Indica, a strain não te deixará sedado ou derrubado como esperado de uma Indica pura, como por exemplo, a Northern Lights. Ao invés disto, a Banana Kush oferece um efeito mental e corporal de calma e relaxamento que lhe trará claridade, motivação, foco e concentração.

A genética tem o poder de alegrar os espíritos e trazer sensações de bem estar e euforia, o que só reforça o fato dela ser perfeita para pessoas artísticas e criativas. A Banana Kush é uma escolha infalível para quem busca uma fonte de inspiração, motivação e foco.

Efeitos Banana Kush
Efeitos Banana Kush

Como a Banana Kush pode ser usada medicinalmente?

A Banana Kush é uma das strains mais indicadas para o uso medicinal. A cepa tem um grande potencial para tratar de condições físicas como dores ou insônia, apesar disso, o seu impacto no funcionamento da mente faz com que ela seja mais recomendada e eficaz para o tratamento de distúrbios psíquicos como depressão, estresse e ansiedade.

Para os pacientes que sofrem com as condições citadas acima ou outras como falta de foco, falta de motivação ou quaisquer outros distúrbios mentais, a variedade pode oferecer alívio rápido para estas doenças.

Estes pacientes, no entanto, devem ter cuidado com a dose consumida da erva, pois a Banana Kush possui entre 16 e 27% de THC e altos níveis de tetrahidrocanabinol podem, em alguns casos, induzir episódios de paranoia, crises de pânico e agravar a ansiedade.

Se você for um destes pacientes, lembre-se de conhecer seus limites e nunca extrapolá-los. Saber quando é a hora de parar é o que lhe fará ter uma experiência segura e positiva com o uso da maconha para fins medicinais.

A Banana Kush também possui um forte efeito corporal, o que a faz ter grande valia no tratamento de condições físicas como dores crônicas, câimbras, tensão muscular e insônia. Para aqueles que forem usar a erva para tratar de condições físicas, uma dose um pouco maior é recomendada para que possa se sentir por completo todas as nuances terapêuticas da genética.

Uso medicinal Banana Kush
Uso medicinal Banana Kush

Por causa de sua proporção balanceada de 60% Indica e 40% Sativa, a Banana Kush é uma opção extremamente versátil em seu uso medicinal, por isso a possibilidade de ter uma experiência positiva com ela é grande.

Quais são as condições ideais para o cultivo?

É muito importante saber quais são as características da strain antes de começar o seu cultivo. Isso porque o tempo, a quantidade necessária de luz e até o tamanho variam entre as genéticas.

Vamos conhecer as características da Banana Kush!

banana kush cultivo
Foto: MarijuanaBreak
  • Tempo de Floração: 8-9 semanas.
  • Rendimento: Médio-alto,
  • Dificuldade de grow: Médio. O fator que torna essa genética mais difícil de cultivar é o fato dela se desenvolver melhor em ambientes fechados. Por outro lado ela é super resistente a pragas.
  • Clima preferido: Mantenha a umidade no máximo em torno de 40% durante a floração para proteger a planta de mofos indesejados. A temperatura ideal é entre 20-27ºC.
  • Fertilização: A genética aguenta uma grande dose de nutrientes, alimente ela bem. Lembre-se de sempre manter os micronutrientes em dia para evitar os oídios.

Dicas: Se cultivada Indoor, essa strain irá se dar muito bem em um sistema hidropônico. As plantas de Banana Kush possuem média altura, o que faz com que elas sejam facilmente manejadas em espaços menores. Com a aplicação de algumas técnicas de poda, boa ventilação e fertilização, esta genética deve render ótimas colheitas.

Conclusão

A Banana Kush é uma excelente escolha se você está buscando criatividade e inspiração, entretanto ela é ainda melhor para levantar o astral e trazer o bom humor! Os seus usos medicinais são de grande importância, pois é uma strain que alivia os transtornos de humor e mentais, como a depressão e também relaxa o corpo e trata as dores, tensões musculares e insônia.

Já pessoas ansiosas e com predisposição para paranoias devem ter cuidado ao usar a strain, pois as altas concentrações de THC podem ser um gatilho para uma crise de pânico.

Agora que você sabe os diversos usos medicinais e recreativos da Banana Kush ficou fácil saber se essa cepa é uma boa escolha para você. Fiquem ligados no nosso guia de strains e selecione as suas favoritas!

jQuery('#cb-section-b .cb-module-e').after('');