Desfolhação: Aprenda a fazer e aumento o rendimento de seu cultivo

O cultivo indoor tem como um dos seus principais objetivos aumentar o rendimento por espaço e luz disponíveis no setup. 

Em alguns casos isso se torna um desafio, tendo em vista que algumas cepas de cannabis podem desenvolver folhagem espessa e que geram sombra aos nós inferiores, impedindo assim a sua capacidade de desenvolvimento. 

Existem muitas maneiras de intervir no crescimento de uma planta de cannabis para melhorar a qualidade e o rendimento da colheita. Um desses métodos é a desfolhação, que basicamente envolve retirar o excesso de folhagem de uma planta para melhorar a penetração da luz e o fluxo de ar.

Embora seja um método controverso, acreditamos firmemente em sua capacidade de melhorar a qualidade e o tamanho da produção de cannabis.

O que é a desfolhação?

Muitos jardineiros questionam a desfolha e por isso o tema é emblemático. 

Se for parar para pensar, por que uma planta desperdiçaria energia cultivando folhagens desnecessárias? 

Existe uma razão, e você está prestes a descobrir. Veja bem, na natureza, as plantas de cannabis usam suas folhas para armazenar nutrientes em momentos de estresse, como secas, escassez de nutrientes e infestações de pragas.

O que já é diferente quando você está cultivando dentro de casa, onde muito desse excesso de folhagem acaba se tornando desnecessário. 

Afinal, ao contrário da natureza, as plantas cultivadas indoor crescem em ambientes cuidadosamente controlados com níveis de temperatura e umidade verificados e regulados e baixo risco de pragas. 

Normalmente é assim, não? Então, nesses ambientes, a folhagem espessa se torna mais um fardo.

Ryan Lange on Unsplash

É aí que entra a desfolhação. 

Removendo o excesso de folhagem, você não apenas libera um pouco da energia da planta (reduzindo a quantidade de folhagem necessária para que ela se mantenha viva), mas ajuda sua planta a fazer melhor uso de sua fonte de luz limitada. 

Por fim, a desfolhação também melhora o fluxo de ar ao redor das plantas, o que, por sua vez, ajuda a reduzir os problemas de temperatura e umidade e o risco de pragas ou mofo.

Observação: Alguns jardineiros confundem a desfolhação com o Lollypop. Embora o Lollypop exija a remoção da folhagem, ele envolve a remoção de toda a parte inferior da planta, incluindo os nós (e às vezes removendo ramos inteiros), deixando os ramos quase nus como um pau de pirulito. A desfolhação, por outro lado, envolve a remoção estratégica das folhas de diferentes áreas da planta e não envolve a remoção inerente de gemas ou ramos.

Os benefícios de desfolhar suas plantas de cannabis

Para compreender melhor os benefícios da desfolhação, primeiro é preciso entender que as plantas de cannabis têm uma quantidade finita de energia à sua disposição e que serve para estimular o seu crescimento. 

E essa quantidade de energia é influenciada por vários fatores, principalmente a quantidade de solo disponível, o conteúdo de nutrientes desse solo, os níveis de umidade e temperatura e a quantidade de luz.

Em um cultivo indoor, você tem a liberdade de fornecer às suas plantas os nutrientes certos apenas quando eles precisam e pode controlar a temperatura e a umidade com precisão. 

fonte –  Marola Braba

No entanto, a quantidade de luz, solo e espaço que suas plantas têm à disposição dentro de casa é com certeza muito menor do que teriam na natureza. Ao remover cuidadosamente a folhagem que não suporta o desenvolvimento de botões, você estará ajudando sua planta a usar melhor a quantidade finita de energia que ela pode produzir com seus recursos limitados.

A remoção dessa folhagem também tornará mais fácil a circulação do ar em torno das plantas e do ambiente. Isso por si só traz muitos benefícios; não apenas ajudará a manter a temperatura e a umidade consistentes em todo o seu espaço de cultivo, mas também reduzirá o risco de infestações de mofo e pragas (que crescem naturalmente em condições quentes e úmidas).

Escolha as plantas certas para desfolhar

Remover folhagens saudáveis ​​estressa suas plantas, portanto, você só deve aplicas essa técnica a plantas que sejam 100% saudáveis. 

Hastes fortes e retas, folhas verdes, crescimento rápido e um meio de secagem rápida e bem drenado são todos sinais indicadores de que suas plantas estão felizes.

Procure não realizar a desfolhação em plantas que pareçam visivelmente frágeis ou que apresentem sintomas de deficiência de nutrientes, irrigação excessiva ou insuficiente, queimadura leve ou de nutrientes, danos causados ​​pelo vento ou pragas e doenças. Nesses casos, desfolhar essas plantas só vai causar mais estresse e elas podem não se recuperar.

Como mencionado anteriormente, as plantas armazenam energia em suas folhas para se preparar para quando são expostas ao estresse. Como as plantas ao ar livre estão expostas a um estresse ambiental mais consistente (como secas, tempestades, ventos fortes ou flutuações de temperatura / umidade), bem como a pragas, não recomendamos desfolha-las.

Além disso, ao contrário das luzes de cultivo internas, o sol muda de posição ao longo do dia e é capaz de penetrar até mesmo em plantas extremamente densas, o que significa que as plantas externas recebem muito mais (e muito melhor) exposição à luz. Portanto, eles não se beneficiam da desfolhação da mesma forma que as plantas cultivadas indoor.

fonte – Marola Braba

Como desfolhar plantas de cannabis

O segredo para desfolhar adequadamente as plantas de cannabis é, claro, saber que folhagem remover. Ao mesmo tempo, também é importante saber quando desfolhar. De forma geral, é recomendado desfolhar suas plantas pelo menos uma vez durante a fase vegetativa e uma vez durante a floração.

Se você for um jardineiro inexperiente, realize a desfolhação apenas uma vez durante a fase vegetativa. Se você for mais experiente, pode tentar realizar a desfolhação várias vezes (dado que sua programação de cultivo permite tempo suficiente para que as plantas se recuperem após cada desfolha).

Fase vegetativa

Recomendamos desfolhar as plantas na vega antes de trocá-las para a fase de floração:

  • Comece removendo folhas grandes do tamanho de uma mão. Elas tendem a deixar na sombra quase tudo abaixo deles, tornando difícil para a luz penetrar corretamente na copa da planta.
  • Em seguida, remova todas as folhas que crescem em direção ao interior de sua planta. Eles também tendem a ofuscar locais importantes para os botões.
  • Finalmente, remova qualquer folhagem velha e amarelada.

Se esta é sua primeira vez, recomendamos desfolhar apenas a metade inferior de sua planta. Se houver alguma dúvida sobre como remover uma folha em particular, jogue pelo seguro e deixe-a no lugar. Não remova mais de 10-15% da folhagem de uma única planta.

Se você for mais experiente, no entanto, recomendamos desfolhar da parte inferior de sua planta até 3-4 nós do topo da copa. Plantas saudáveis ​​devem ser capazes de lidar com a remoção de 20 a 25% de sua folhagem (visto que você não está removendo nada vital para o desenvolvimento de sua planta).

Para resultados ainda melhores, combine a desfolhação com o Lollypop e a poda para realmente ajudar sua planta a aproveitar ao máximo sua energia limitada. 

Finalmente, quando terminar de desfolhar suas plantas em vega, dê-lhes 2 a 3 dias de descanso antes de alterar as luzes para 12/12.

Fase de floração

Para obter melhores resultados, procure desfolhar suas plantas uma segunda vez, cerca de 3 semanas após o início da fase de floração. Siga as mesmas etapas listadas acima, mas seja um pouco mais prudente com relação à folhagem que removerá. 

Novamente, se você é um iniciante, opte pelo seguro e remova apenas folhas grandes. Além disso, lembre-se de ser extremamente cuidadoso ao manusear suas plantas para evitar perturbar os botões jovens.

Após esta leve desfolhação, basta alimentar e regar de acordo com sua programação regular, dando às suas plantas tempo para desenvolver suas flores.

Saber qual folhagem (e quanto) remover

A desfolha é uma forma de arte, pelo menos no sentido de que não há diretrizes definitivas sobre como fazê-la. Com o tempo, no entanto, você saberá automaticamente quais folhas remover de suas plantas e quanto corte elas podem suportar.

Se você nunca desfolhou uma planta de cannabis antes, recomendamos que você sempre opte pela cautela e se concentre em remover apenas a folhagem que obviamente impede a produção de botões. Em particular, concentre-se nas folhas grandes e na folhagem interna que já está cobrindo os locais dos botões.

A imagem abaixo demonstra bem. De maneira geral as folhas sempre vem antes dos galhos, são elas que devemos remover ao realizar a desfolhação de uma planta.

Dicas rápidas para otimizar a desfolhação

A chave para obter grandes colheitas dentro de casa é promover um crescimento baixo, plano e largo. Suas plantas precisam de uma base sólida para impulsionar seu crescimento.

Comece por baixo. A maior parte da folhagem inferior de uma planta pode ser removida com segurança.

Comece devagar. Pode ser fácil se perder no ritmo da desfolhação; então, antes que você perceba, você arrancou metade das folhas de sua planta. Mantenha o foco e mova-se lentamente para evitar remover muito. Os jardineiros iniciantes devem tentar remover não mais do que 10 a 15% do total da folhagem de cada vez.

Use uma tesoura afiada. Lembre-se de sempre manter sua tesoura limpa para minimizar o risco de doenças e infecções.

Diferentes cepas podem lidar com diferentes quantidades de desfolhamento. Índicas densas, por exemplo, tendem a lidar particularmente bem com a desfolhação, enquanto as sativas tendem a produzir naturalmente menos folhas e, portanto, não podem lidar com tanto.

Desfolhação X Poda – entendendo as diferenças

A poda é uma técnica de HST (High Stress Training – “Treino de alto estresse”) que muitos jardineiros confundem com a desfolhação. A poda é muita mais agressiva e envolve a remoção de galhos e nós inteiros, indo além das folhas. 

Embora possa parecer que não, a poda é, na verdade, muito eficaz. Ajuda sua planta a focar sua energia exclusivamente nos nós que recebem a melhor luz. Depois disso, o ideal é que ele produza as flores maiores, mais densas e mais potentes possíveis.

A desfolhação, por outro lado, envolve apenas a remoção das folhas. Fato é que, muitos jardineiros usam a desfolhação junto com a poda para otimizar a produção, ou vão usá-la junto com o Lollypop, enfim. 

A experiência de cultivo é ditada por você. Ouse.

CRYSTALWEED cannabis on Unsplash

Experimente a desfolhação em suas plantas de cannabis!

Para realmente maximizar o potencial de suas plantas, você deverá combinar a desfolhação com outras técnicas de treinamento, como LST  (Low-Stress Training – LST – treino de Baixo Estresse) , Lollypop, SOG e SCROG. 

À medida que você ganha mais experiência, aprende como refinar essas técnicas para produzir colheitas maiores, mais saborosas e mais potentes. 

Não importa o que você faça, esperamos que goste do processo!